domingo, 23 de janeiro de 2011

Dançando com a Diferença

Através do corpo e do seu movimento, a pessoa expressa os seus pensamentos, sentimentos e emoções e é, também, através do corpo que interage e se relaciona com o mundo que a rodeia.
Uma das formas que o Ser Humano tem de utilizar o corpo para expressar o que lhe vai na alma é através da dança, actividade que promove o bem-estar físico e emocional e que pode, mesmo, ser utilizada com fins terapêuticos.
Mais recentemente, a dança tem sido ainda utilizada como um instrumento para ultrapassar as barreiras dos preconceitos em relação à deficiência e como elemento de inclusão social. É o que acontece com o Grupo Dançando com a Diferença, que propõe uma abordagem inovadora e ousada da dança.
Os espectáculos apresentados por este grupo, que integra bailarinos com e sem limitações, pretendem sensibilizar o público para a diferença e modificar a imagem social da pessoas com deficiência. De facto, pessoas com défices físicos ou mentais podem ir muito além das suas limitações e, nestes espectáculos, as suas potencialidades são exploradas numa produção de dança contemporânea com excelência artística.
Na passada sexta-feira, dia 21 de Janeiro, o grupo Dançando com a Diferença apresentou dois espectáculos em Torres Vedras - “Levanta os Braços como Antenas para o Céu” e “Beautiful People”. Um confronto directo e provocador com as questões do corpo diferente...Adorei!!!!!

"Levanta os Braços como Antenas para o Céu" (Clara Andermatt, 2005)


"Beautiful People" (Rui Horta, 2008)


video

"Menina da Lua" (2003)

Sem comentários:

Enviar um comentário